-->
Atenção: os comentários queridos de vocês serão retribuídos frequentemente nas sextas-feiras (não estranhem a "demora"). Obrigada por comentarem e pela compreensão.

14 de mai de 2011

Saúde em Primeiro Lugar


Para viver bem, com muita disposição e bem-estar, tudo em nosso corpo deve estar funcionando bem: contando-se com a "manutenção" do organismo e os cuidados diários. A preocupação com a saúde deve ser evidente, pois nada pior do que doenças, problemas, complicações e tudo de ruim que pode ser prevenido.
Listinha:
Cabelos, pele, olhos (visão), ouvidos (audição), boca (dentes, paladar), voz (fonação), forma física, unhas, funcionamento dos órgãos internos e sistemas: digestão, circulação, respiração e outros processos químicos, orgânicos, neurológicos, nervosos etc, pés, coluna/ossos, mente, intelecto, emocional etc...
Cuidados para uma saúde melhorada:
1- Alimentação
Alimentação balanceada, controlada, nutritiva, saborosa e colorida. Vitaminas, proteínas, sais minerais... Incluir legumes, verduras, frutas, líquidos (muita água e sucos naturais) no cardápio, cereais matinais e grãos, carboidratos, carnes magras (principalmente a branca) em quantidades reguladas, gorduras e açúcares "quase eliminados", faz muita diferença.
2- Atividade física
Não resolve apenas uma alimentação variada e saudável. O corpo precisa estar em movimento: para "ativar" a circulação, trazer disposição, força, vitalidade,  melhorar a respiração e o sono, reduzir o estresse e o cansaço, aliviar a tensão muscular, controlar o peso, "definir formas" (definir músculos, perder quilos, obter "curvinhas", modelar o corpo), diminuir riscos de problemas ósseos e cardiovasculares, o sedentarismo, a obesidade... A atividade física deve ser regular, praticada no mínimo 3 vezes por dia ao tempo de 30 min.
3- Descanso mental
Sair um pouco da rotina, ter um bom sono, fazer atividades agradáveis e divertidas (todo hobby serve: ouvir música, assistir filmes, ler, passear, sair com os amigos a lugares diferentes...), evitar lugares cheios e barulhentos, realizar exercícios que façam esquecer os problemas, as ansiedades, as preocupações e o estresse do dia-a-dia (ex.: ioga). Relaxar o corpo, pensar mais positivo, ter autoconfiança, otimismo, determinação, sorrir mais...
Embora as dificuldades e imperfeições nos perseguem, além das pressões, correrias, críticas etc, não podemos nos deixar afligir. Temos que "mentalizar" a saúde, a felicidade, e "materializá-la", cultivá-la.
4- Ir ao médico
Para saber com precisão o estado do organismo em suas diversas e complexas partes e funções. Na verdade, há pessoas que tem medo do médico ou do que acontecerá na consulta; mas, em suma, a maioria das pessoas vão. É bem difícil de fazer, mas procurar ir a médicos especializados regularmente e não apenas quando "sentir dor", perceber algum problema, sintoma, algo estranho. Ouvir e seguir as orientações médicas corretamente; não tomar remédios por conta própria e não "deixar para depois", para  prevenção/tratamento eficazes. Importante: Observe-se, identifique e corte "o mal pela raíz": comportamentos, sensações estranhas, tudo fora do comum deve ser motivo de "preocupação". 
5- Cuidar específica e genericamente
Cada parte do corpo exige cuidados específicos, obiamente. Você precisa respeitar a todos eles para ser saudável no geral, também não adianta querer cuidar só do físico enquanto a saúde mental ou emocional está abalada. Para todo o corpo ser saudável, cada mínimo detalhe deve ser reparado e amparado. Inclusive para uma auto-estima melhor. Ou seja, você deve sim cuidar da aparência, do psicológico, da vida social. Uma área implica na outra, depende da outra e melhora ou piora a outra.
Uma questão importante a ser assegurada: a higiene. Ao lavar os alimentos (retirando resíduos agrotóxicos, micróbios), lavar as mãos calmamente (retirando vírus e bactérias e evitar que estes cheguem ao interno), escovar os dentes (prevenindo placa, cáries, mau hálito), lavar ao corpo todo (retirando sujeira, pele morta, oleosidade), cuidar dos cabelos (evitando oleosidade, coceira, caspa, piolho, quebra, queda, ressecamento, opacidade...), das unhas, dos pés (chulé, fungos, micoses)... Enfim, na qual também prevalece a vaidade.
O melhor é informar-se sobre cada região do corpo, possíveis problemas e doenças, formas de prevenção e tratamento, formas de manter tais partes saudáveis e se empenhar.
6- A prevenção é o melhor remédio
Evitar "agentes nocivos" da saúde é a melhor prevenção: comidas industrializadas, doces e frituras demais, sair ao sol sem proteção, não estudar, se preocupar demais com as coisas (ansiedade, insônia, agitação, hiperatividade), horas demais no computador (ou na TV), falta de exercícios físicos, má postura, músicas altas...Tudo aquilo que prejudica deve ser evitado ao máximo. Afinal, é melhor se privar de certos "prazeres" momentâneos ou erros comuns que se tornaram "normais", do que pôr em risco a saúde. 
Os cuidados com o corpo exigem, além de amor próprio, valorização e auto-estima, informação e conhecimento acerca do assunto. De tudo o que diz respeito a você, a saúde deve estar acima de tudo. Aliás, todos querem viver muito, com muita vitalidade até longos anos, não é? Ninguém merece sofrer com quaisquer sejam as disfunções do organismo, da mente, da alma!

#Diquinha do dia!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

1- Comente sobre o post
2- Não ofenda;
3- Seu comentário será retribuído quando possível.
4- Leia a FAQ e tire suas dúvidas.
5- O Li não recebe mais tags e selinhos.
6- Dê a sua opinião. Ela é muito importante!

Obrigada por comentar. Seja muito bem-vindo e volte sempre ao Loucos Informados!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...